Dia de mecânica de arremesso com Dalius Lubys pela manhã, jogo na tarde na SBA para os nossos atletas, e para as meninas, treino com a equipe sub-15 da treinadora Sandra, do KK AISCIAI. Mais do que que treinar basquete, criar novas amizades e romper barreiras de idioma, inibição tão naturais. Dar-se conta da capacidade de cada uma em abrir portas e criar laços em um país tão longe do nosso. Sem preço!!

Sem esquecer que o basquete vivenciado já serve de comparativo: e dos bons!! Com certeza elas não mais “ouviram falar”!! Elas vivenciaram!!

E mais uma vez posso dizer: o basquete acontece também muito além das quatro linhas e bola!!