Chegando Brasil depois de 3 semanas de muito, mas muito basquete e, especialmente pq não acredito em somente basquete, muita amizade, descoberta, cultura, história, risada, mais risada e a formação de uma cola que ficará para sempre registrada (assim espero) na memória de quem participou.
Países, cidades, vilas, bairros e pessoas diferentes tudo em função do esporte!!
Desta vez povoamos a Grécia e Espanha com sotaque do Brasil: basquete e ginástica rítmica da melhor qualidade em um grupo alegre e pronto para desafios onde a energia positiva esteve presente até o último treino.
Não é pouco, vai além de só uma quadra bonita ou treinos performáticos: é vida em forma de estímulo!!
Agradecimentos posteriores e pensando aonde a bolinha laranja vai nos levar no próximo circuito!!
Saudade já de todos vcs!


E desde ontem a chegada da Rafaela Strasburg Pich para fechar o grupo!! Na tarde uma folguinha para atividades livres.
Sempre dividindo momentos com Caio Ferrão e Frederico Scherer Ott que estudam e jogam em Marbella através da gestão da Gaber S Marbella e Around The Ball11. Melhor do basquete encontrando crescimento além da quadra.


Não é a primeira, não será a última viagem e seguirá agregando pessoas especiais à ideia de esporte como porta para descobertas além quadra. Em época de muitos “melhores”, preferimos ir mais longe: no basquete que mostramos, no extra quadra e com as pessoas que nos conectamos. Marbella é uma cidade pequena de gente grande: no trabalho e nos sonhos!! E sair em dois veículos de comunicação daqui significa trabalho bem feito dos envolvidos: Gaber S Marbella e AroundTheBall11.
Daqui levamos o profissionalismo e o calor humano. Laços fortes entre Brasil e Espanha fazendo nossos jovens crescerem no e através do esporte!
Em torno da bola vamos sonhando!


Atenas com direito à Acrópole, Gyros e um basquetinho ao ar livre com a gurizada da academia do amigo Karabatzakis Kyriakos(Koulis).
Jogo entre brasileiros e gregos e depois sem bandeira.
Fim de 10 dias intensos!!
Obrigado Koulis e Vangelis!!
Amanhã Marbella, Espanha!!
Ahhh e um PS especial: encontrar John Hbl Gkountopoulos, pai do Vasilis, colega grego do Marco em Charlotte.
Como sempre digo: em torno da bola muita coisa acontece!!


Thessalonik!! Grécia!!
Sem palavras para realizar o agradecimento a pessoas especiais e que farão parte de memórias muito bonitas na vida de quem teve a oportunidade. Quando saimos, e esta é a sexta ou sétima vez com grupos, fica sempre a expectativa de como será a convivência, os treinos, jogos, passeios…e então desta expectativa se passa à alegria pelo todo vivido. Passaram voando estes dias e fico feliz em perceber nas fotos, a alegria dessa gurizada, a minha e a dos meus amigos!! O basquete não é tudo, é apenas um meio poderoso de conectar as pessoas e fazer o mundo menor. Minha alegria, além do basquete de primeira vivenciado, é incentivar aos nossos atletas a olhar além da quadra, e tomara se consiga isto. Durante os dias aqui, vivenciaram amizades de diferentes bandeiras unidas através do jogo. Sem preço!!
Hoje encerramos os dias em Thessalonik e gostaria de deixar aqui meu imenso agradecimento ao meu amigo Paris Petras: ele fez tudo muito bonito para que nos sentíssemos em casa!! E que sucesso!! Levo mais uma vez um pedacinho da Grécia comigo e com certeza mais 19 pessoas que pensarão em voltar um dia!!
Obrigado Tomas Nitkas pela disposição e carinho com nossos atletas; Nikos Stavropoulos, pura admiração; Panos e Dimitris por abrirem mão de tempo com suas equipes e nos receberem tão bem!! Obrigado PAOK BC e muito especial e de novo Paris, pela demonstração de amizade e carinho tb com a brasileirada toda!!!
Fez bem à alma!!!


Dia de treino e também acompanhar o treinamento pré-jogo da equipe principal do PAOK BC x OPAVA da República Tcheca, pela BASKETBALL CHAMPIONS LEAGUE.
No treinamento da manhã recebemos a visita do mentor e coordenador do Paok Junior Basketball Program, Nikos Stavropoulos que além de excelentes resultados como jogador (campeão europeu em 1987 com Nikos Galis, Giannakis e outros) também foi bem sucedido como treinador em campeonatos europeus e mundiais, além de professor universitário e também acompanhar o lendário treinador Bob Knight no basquete universitário americano. Enfim, para os que participam do CIRCUITO EUROPEU DE BASQUETE é estímulo e alto nível por todos os lados: dentro da quadra, com treinadores competentes e não amestradores, pessoas com história no jogo, jogos de ligas extremamente competitivas para serem vistos; e fora da quadra história, cultura, idiomas, viagens e diversão. Tudo formando um pacote muito rico; e como sempre digo: em torno da bola muita coisa acontece!!!!
Uma pequena observação: CIRCUITO EUROPEU DE BASQUETE gravado nos nossos ingressos para o jogo da BASKETBALL CHAMPIONS LEAGUE!! Não é muito mas é um monte!!